Pesquisar neste SITE

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

AMO MAS NÃO SOU AMADO

                                                                               Poesia de № 030


Há muito tempo
Eu lhe conheci
Foi tão belo nossos momentos
Que eu ainda não esqueci

Desde o primeiro dia que te vi
Meu olhar em ti, não pude conter
Mas o tempo foi passando
E fui sentindo mais amor por você

Queria tanto
Sentir seu corpo no meu
E recompensar o tempo
Que a gente perdeu

Fui aos poucos
Tentando lhe conquistar
Mas nem ao menos
Você quis me escutar

Tentei esconder as mágoas
E de novo recomeçar
Mas fui tão desprezado
Que me deu vontade de chorar

Não chorar de medo
Nem de terror
Mas sim
Chorar de amor

Como não deu certo
Tentei te esquecer
Mas você já fazia
Parte do meu ser

Já não tenho mais
O que lamentar
Pois estou lutando
Para esse sofrimento acabar

Esse sofrimento
Já tomou conta de mim
Se eu não tomar cuidado
Chegarei ao fim
               
Amo, porque é preciso
Amo, pra não ficar isolado
Amo, porque gosto da vida
Amo, mas não sou amado.

                                                         André Caldas        26/05/90

Um comentário:

  1. Feriado no blog também, é??? Cadê mais poesias?? O tempo não para.. tic tac tic tac.. tô esperando.. rsrs..
    Saudades, more! Smack

    ResponderExcluir