Pesquisar neste SITE

terça-feira, 21 de setembro de 2010

NO TOPO DO AMOR

                                                                               Poesia de № 018
Estou subindo
Até o topo
A cada vez
Me sinto louco
               
Já estou quase chegando
Sem forças pra lutar
Por um amor inacabável
No ponto de despencar
               
Já tá na hora
De você me amar
Pois se não
Eu chego lá...

Na loucura que você me levou
O topo conseguir alcançar
Mas como não me quis
Do topo, não sei onde vou parar.

                                                            André Caldas      18/06/91

Nenhum comentário:

Postar um comentário