Pesquisar neste SITE

sábado, 11 de setembro de 2010

ERREI

                                                                               Poesia de № 008

Errei, por pedir um tempo
No começo, eu a amava
Pensei, foi coisa de momento
Mais uma vez, eu errava

Errei, por não dar-lhe atenção
Num momento de fraqueza
O que não lhe dei de coração
Você me deu de bandeja

Errei, por fazê-la sofrer
Sofri, pelas besteiras que falei
Mas tudo isso me fez perceber
Você é tudo que sonhei

Errei, um instante, uma noite, três dias
Tempo suficiente pra errar
Agora errarei se disser
Não mais te amar

Errei, e do erro mais errado que errei
Hoje lhe digo sem errar
Eu te amo e sempre te amarei
Na mais certa certeza de acertar.

                                                              André Caldas    07/02/1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário