Pesquisar neste SITE

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

AMANHÃ TALVEZ

                                                                               Poesia de № 003

Amanhã talvez
Você pare pra pensar
E descubra o quanto te amei
E você a me desprezar

Um amor unitário
Desejoso e sofrido
Um amor incontrolável
Estético e proibido

Amanhã talvez
Por tudo em que pensei
Não serás amada
Como eu te amei

Foram noites perdidas
Espelhos quebrados
Foram dias de minha vida
Por um amor frustrado

Amanhã talvez
Em minha cabeça
Não terá tua miragem
Mas em meu coração
Sempre guardarei sua imagem

Sobre hoje
Vivo um momento tal
Que mesmo sem querer
Tenho que cair na real

                                   André Caldas     25/03/91

Um comentário: